Vocês já devem ter lido matérias aqui na Fatos Desconhecidos sobre o Titanic, como a mulher que sobreviveu à 3 naufrágios, inclusive ao Titanic e 29 fotos que mostram exatamente o que aconteceu depois que o Titanic afundou, mas hoje vamos fazer uma matéria diferente e um tanto quanto triste. Bom, todo mundo sabe que os restos dos destroços do Titanic estão no fundo do mar, certo? Mas e se a gente contasse que esses destroços estão para desaparecer em pouco tempo, você acreditaria?

Isso deve acontecer por causa de uma espécie de bactéria que está destruindo aos poucos o casco do navio. Robert Ballard, oceanógrafo da Universidade de Rhode Island, em Barragansett, foi quem descobriu o navio naufragado em 1985. A descoberta aconteceu por casa de um envolvimento de Ballard em uma missão secreta da Marinha britânica, com o objetivo de localizar os restos de dois submarinos nucleares americanos que afundaram na 2º Guerra Mundial.

Quando essa descoberta foi feita, o navio ainda estava preservado, e por estar a 3,8 km em baixo da água, o navio ficou inabitável para grande parte de vida do oceano e atrasou a corrosão. 30 anos depois, o casco do Titanic finamente começou a enferrujar, e alguns pesquisadores dão cerca de 14 anos para ele desaparecer completamente.

O curioso é que a bactéria que está “definhando” o casco do navio não é qualquer bactéria. O que aconteceu, de fato, é que o casco enferrujado do Titanic criou uma nova espécie de bactéria, batizada de Halomonas titanicae, um micro-organismo que é capaz de sobreviver a 3,8 km da superfície, no escuro e sob pressão, além de conseguir corroer o metal.

A bactéria também são encontradas vivendo em outro ambiente ainda mais extremo, os pântanos de sal. Nesses lugares, a salinidade da água pode variar dramaticamente por causa da evaporação, e essas bactérias evoluíram a ponto de conseguir lidar com o problema.

Bom, não sabemos se existe algo que possa ser feito para salvar o resto do navio, e infelizmente os restos do Titanic provavelmente desaparecerá em poucos anos.

E aí, sentiu seu coração partido? Não esqueça de deixar o seu comentário!