Willian e Paulinho correm o risco de ficar na reserva; Fernandinho pode entrar na equipe.

Tite estuda mexer na seleção brasileira para o jogo de quarta-feira contra a Sérvia, em Moscou. O volante Fernandinho está cotado para entrar na equipe. Uma das opções é que ele ocupe a vaga de Willian. Paulinho também corre risco de sair. O Brasil precisa pelo menos do empate para se classificar às oitavas de final. Se vencer, ficará em primeiro no Grupo E, desde que a Suíça tropece na Costa Rica ou ganhe por pouca diferença de gols.

Tite, na realidade, gostaria de escalar Douglas Costa na vaga de Willian. O atacante da Juventus entrou bem na partida contra a Costa Rica na última sexta-feira e seria ideal pela velocidade e por jogar bem aberto. Mas ele sofreu lesão muscular na coxa direita e está vetado.

Por isso, existe a possibilidade até de uma mudança de esquema tático, com a entrada de Fernandinho. Se ele entrar no lugar de Willian, o quarteto ofensivo será desfeito, mas a equipe terá maior poder de marcação. Outra possibilidade é ele ocupar o lugar de Paulinho, que não vem jogando bem.

Nesse caso, haveria um complicador para Tite: o volante do Manchester City poderá ter dificuldade para executar a função de vaivém de Paulinho. Por isso, o treinador pode preferir alguém com maior poder de articulação, como Renato Augusto.

Por causa dessa indecisão, Tite ainda não revelou a equipe para encarar os sérvios em Moscou. Nas partidas anteriores, ele deixou clara a escalação com três dias de antecedência.

Fernandinho adota a prudência sobre a possibilidade de jogar. “A seleção brasileira é um conjunto muito forte. Temos qualidades individuais que devem ser utilizadas a favor do coletivo. Como a gente viu, teve a entrada do Douglas (contra a Costa Rica) no segundo tempo e foi essencial no segundo gol. Essa é a força da seleção. Vamos precisar de todos contra a Sérvia”, afirmou neste domingo à CBF TV.