Avião comercial com maior capacidade do mundo, o A380 recebeu 317 pedidos desde seu lançamento em 2007.

O diretor comercial da Airbus, John Leahy, anunciou nesta segunda-feira (15) que “a companhia não terá outro remédio a não ser parar o programa” dos A380, se a Emirates Airline não fizer novos pedidos.

“Honestamente, se não chegarmos a um acordo com a Emirates”, o principal cliente do gigante aéreo, “não teremos outro remédio a não ser parar o programa”, disse Leahy, durante a apresentação do informe comercial 2017 do grupo.

“Ainda estamos negociando com a Emirates, mas, honestamente, eles são provavelmente os únicos hoje no mercado que podem comprar um mínimo de seis (aviões) por ano em um período de oito a dez anos”, completou.

Avião comercial com maior capacidade do mundo, o A380 recebeu 317 pedidos desde seu lançamento em 2007. Nos últimos anos, porém, não recebeu uma única encomenda.