Segundo médico da seleção, Rodrigo Lasmar, cirurgia será em Belo Horizonte, no sábado. Atacante pode retornar apenas em junho, mês da Copa do Mundo.

Neymar desembarcou na madrugada desta quinta-feira no Rio de Janeiro, de cadeira de rodas, dias antes de passar por cirurgia para tratar uma fratura incompleta no metatarso do pé direito sofrida no fim de semana. O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, confirmou nesta quinta-feira que o atacante do PSG será operado no sábado em um hospital de Belo Horizonte.

Lasmar estimou o período de recuperação de dois meses e meio a três meses. Com isso, Neymar perderá toda a temporada do clube francês e voltará na reta final de preparação para a Copa do Mundo da Rússia. “A cirurgia vai ser realizada em Belo Horizonte, no hospital Mater Dei, no sábado, no período da manhã”, disse o médico da seleção em entrevista à TV Globo.

Neymar desembarcou na madrugada desta quinta-feira no Rio de Janeiro, de cadeira de rodas, dias antes de passar por cirurgia para tratar uma fratura incompleta no metatarso do pé direito sofrida no fim de semana. O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, confirmou nesta quinta-feira que o atacante do PSG será operado no sábado em um hospital de Belo Horizonte.

Lasmar estimou o período de recuperação de dois meses e meio a três meses. Com isso, Neymar perderá toda a temporada do clube francês e voltará na reta final de preparação para a Copa do Mundo da Rússia. “A cirurgia vai ser realizada em Belo Horizonte, no hospital Mater Dei, no sábado, no período da manhã”, disse o médico da seleção em entrevista à TV Globo.

 Neymar sofreu a fissura no quinto metatarso causada por uma torção no tornozelo em vitória do Paris Saint-Germain sobre o Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês. Se a previsão de três meses de recuperação se confirmar, o atacante voltaria aos gramados apenas no início de junho, mês de início da Copa do Mundo na Rússia.

Segundo o médico da seleção, há tempo suficiente para o jogador se recuperar para o Mundial. “Nós temos tempo para recuperá-lo e tudo vai ser feito para que ele esteja pronto o mais rápido possível, para que ele possa ainda ter um tempo de fazer uma preparação adequada e chegar muito bem na competição”, afirmou.

“O Neymar está, claro, triste, chateado. Mas entende que não tem outra alternativa agora que não seja se recuperar e se dedicar à recuperação, para que possa estar muito bem o quanto antes”.

O craque de 26 anos deverá desfalcará o PSG pelo restante da temporada e também a seleção brasileira nos amistosos do final de março contra Alemanha e Rússia. Em sua primeira temporada na França, ele marcou 28 gols e deu 16 assistências.