Pré-candidato gravou vídeo de 40 segundos para se defender de uma reportagem e fala que campanha continua com Deus e os eleitores.

Pré-candidato ao governo do Estado, Mauro Mendes (DEM) se pronunciou em suas redes sociais nesta quinta-feira (19) e gravou um vídeo de 40 segundos para se defender de uma reportagem publicada pelo site de notícias Gazeta Digital, que diz que o “apoio do MDB a Mauro Mendes envolve TCE, TJ e secretarias”.

De acordo com o depoimento gravado, o pré-candidato se considera uma vítima e disse que toda informação é mentirosa. Ele também qualificou o conteúdo de fake news.

“Infelizmente, nesta manhã, aqui na capital, um jornal circulou com algumas notícias que são absolutamente mentirosas a nosso respeito. Eu lamento que esses fake news que começam a circular. E já não é o primeiro e nem será o último”, disse.

 O pré-candidato acredita que toda situação “é uma prática de alguns veículos de comunicação, mas, acima de tudo, uma prática de velhos políticos que adotam essas velhas práticas políticas”.

Mauro disse que está ao lado da transparência e que as informações falsas não afetam sua pré-campanha, que vai continuar junto com Deus e seus eleitores.

“Nós continuaremos nessa nossa pré-campanha, ao lado de Deus, da verdade e de você que quer o melhor para Mato Grosso. Estamos juntos”, concluiu.

Veja o vídeo 

 

O vídeo gravado por Mauro Mendes também foi publicado na página do Instagram do deputado federal e presidente estadual do partido Democratas em Mato Grosso, Fábio Garcia, que escreveu uma mensagem em apoio ao aliado dizendo que preza sempre pela veracidade dos fatos.

“O nosso compromisso é com a verdade e disso não abriremos mão”, diz trecho da mensagem.

Garcia ressaltou que um projeto está sendo construído, por isso informações consideradas fake news não serão toleradas.

“Estamos construindo um projeto sem mentiras e com responsabilidade. Mato Grosso merece o melhor e não vamos aceitar que as fake news atrapalhem nossa missão”, concluiu.