Fatores econômicos contribuem para que as pessoas não consumam comida e bebida fora de casa. Apenas 9,3% têm a intenção de ver as disputas do Mundial em bares e restaurantes.

Mais de 60% dos mato-grossenses pretendem assistir os jogos da Coap do Mundo em casa, segundo uma pesquisa feita Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e foi divulgada nesta quarta-feira (13) Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio).

Ao todo, 60,5% da população não pretende sair de casa nos jogos do Mundial.

Segundo a pesquisa, a recente crise econômica que o país atrevessou, o desemprego e dívidas são os principais fatores que implicam nos baixos índices de consumo.

Por outro lado, 9,3% dos entrevistados têm a intenção de ver as disputas do mundial em bares e restaurantes. Outros 30,2% dos torcedores disseram que ainda não planejaram onde vão assistir às partidas.

Com relação à intenção de consumo, 6,3% dos entrevistados se manifestaram propensos a comprar aparelho de televisão para os jogos da Copa.

O levantamento ainda revelou que neste ano, o percentual de famílias disposta a consumir mais neste período, é menor do que o índice registrado na Copa de 2014.