A ação policial começou em Marcelândia, onde a mulher dele foi presa, e se estendeu até Peixoto, onde havia droga enterrada no quintal da casa do suspeito.

Uma ação conjunta das polícias Militar e Civil desencadeada na madrugada desta quarta-feira (10.01) levou à prisão um homem que tinha três mandados de prisão em aberto e é suspeito de comandar o tráfico de droga na região do município de Peixoto de Azevedo.

De acordo com o registro do 22º Batalhão de Polícia Militar, com sede em Peixoto de Azevedo (15º Comando Regional), Rauciano da Silva Aquino, 18 anos, usava carteiras de identidade e de habilitação falsas, em nome de Ricardo Alves de Souza.

No quintal da casa onde ocorreu a prisão, no bairro Liberdade, os policiais encontraram quase dois quilos de maconha e dezenas de porções de pasta base enterradas. Na mesma moradia também foram apreendidos materiais usados para embalar droga, balança de precisão, entre outros apetrechos usados no tráfico.

Em uma operação policial anterior, a mulher do suspeito, E.S., já havia sido presa em Marcelância, onde também havia uma boca de fumo. Na ocasião ele conseguiu fugir para Peixoto de Azevedo.

O suspeito é apontado como o homem que utilizava uma motocicleta marca Yamaha, modelo Lander, de cor preta, para entregar droga em bocas de fumos de diversas cidades entre as quais Peixoto, Cláudia, Colider e União do Sul. A moto descrita também foi apreendida.

Ação dessa madrugada empregou policias militares e civis de Marcelândia, Peixoto de Azevedo, Forças Tática, do grupo Garra de Guarantã do Norte, com o apoio do Ministério Público da comarca de Marcelândia.