André da Silva Cardoso, vulgo “Dante” foi condenado a 26 anos e 3 meses de prisão em regime fechado, além de 20 dias multas pela morte de Edson Fonseca.

O crime aconteceu no dia 20 de dezembro de 2017, por volta de 13h35min em uma propriedade rural localizada na linha Terra Rica, Bairro Cotrel, André da Silva ceifou a vida da vítima Edson Fonseca Mesquita com um cruel golpe de enxada que atingiu a parte posterior da cabeça.

Após a perícia do local e do cadáver restou comprovado que a vítima encontrava-se agachada e de costas para o André. A posição do cadáver indica que a vítima não teve qualquer possibilidade de reação, bem como não havia sinais de luta corporal.

Em sua defesa, “Dante” confessou que tinha a intenção de furtar para depois vender e comprar mais “drogas” para consumo. No entanto, surpreendido pela vítima e tendo esta travado com ele luta corporal, de posse da enxada, usou-a para conter a vítima e sair foragido com a motocicleta e o celular da vítima.

André da Silva cometeu, de fato, a conduta no artigo 157, (latrocínio). Teve sim a intenção de matar a vítima com intuito de subtrair seus pertences.

Por fim, ANDRE DA SILVA CARDOSO, vulgo “Dante” foi condenado a 26 anos e 3 meses de reclusão. Regime inicial fixado fora o fechado.