O fotógrafo autônomo Cláudio Marcílio de Sinop no final da tarde deste domingo (23/09) passou horas empenhado em registrar uma tempestade elétrica que caiu sobre o município de 130 mil habitantes. 

O espetáculo da natureza foi registrado com maestria por Cláudio com uma Canon 60D lentes 24-105mm, com iso 100, f16 com obturador manual com tempo entorno de 40 segundos, as fotos simplesmente ficaram fantástica. 

Ele postou em suas redes sociais e não imaginava o tamanho da repercussão, quando amanheceu neste segunda-feira, vários compartilhamentos, muitos comentários e algumas ligações querendo saber a respeito das fotos disse ele ao Olhar Cidade. 

“Sou fotógrafo por paixão, desde os 12 anos, meu hobby é registro de viagens, paisagens, aves e fotos macros. Tenho projetos de registro das região a pedido de empresário e fotos cedidas para revistas”, disse Cláudio ao Olhar Cidade. 

Ele afirmou que não usou edição nas fotos, apenas correções o resto ficou por conta do espetáculo da natureza. Na página “Olhar Sinop” pertencente as organizações Olhar Cidade as fotos passaram de 100 mil em alcance, mais de 1 mil compartilhamentos e dezenas de comentários. 

A tempestade elétrica é uma descarga elétrica gerada pela diferença de potenciais elétricos entre nuvem e terra, terra e nuvem, nuvem e nuvem ou dentro de uma mesma nuvem. As nuvens que geram raios são as cumulonimbus. As tempestades elétricas no Brasil são comuns.