Criminoso foi preso na noite desta quarta-feira (1), por volta das 18h50, em Cuiabá, após flagrado com 56 tabletes de maconha, armas e objetos usados em crimes de adulteração, estelionato e falsidade ideológica.

Com ele, a PM encontrou uma pasta com o estatuto do Comando Vermelho, facção criminosa que tem assinado boa parte dos crimes em Mato Grosso, após praticamente desmantelar o grupo rival, Primeiro Comando da Capital (PCC).

O mando do Comando Vermelho, conforme as forças da segurança no Estado já informaram, vem inclusive de dentro do sistema prisional.

A ocorrência foi registrada após “batida” policial em uma residencia no bairro Santa Izabel. Na casa, além das drogas, havia CNH falsificada, balanças de precisão usadas para pesagem de porções de drogas, 2 placas veiculares novas, 5 folhas de cheques do Banco da Amazônia assinadas e em branco, R$ 297 em dinheiro, munições, 4 celulares e uma agenda de anotações, organizando a clientela e os negócios do acusado Marcos do Carmo Ladislau, 40.

Marcos resistiu à prisão, foi algemado e a Polícia Militar em boletim de ocorrência confirmou que usou de força para contê-lo, sendo necessário levá-lo em seguida à Policlínica do Planalto, para receber atendimento médico.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes de Cuiabá.