Tráfego em rodovias estaduais e federais de saída de Cuiabá deve ficar ao menos 60% mais intenso até a próxima segunda (1º) com chances de congestionamento em alguns horários.

No feriadão da virada de ano deve aumentar o tráfego nas rodovias, estaduais e federais, de saída de Cuiabá e Várzea Grande. A expectativa é que ao menos 60% a mais de veículos circulem pelas estradas de sexta (29) à próxima segunda (1º). E na Grande Cuiabá a falta de pistas alternativas viáveis para subir a serra da Chapada ou descer para outras cidades da Baixada Cuiabana exige mais atenção de condutores.

“Para subir para Chapada do Guimarães, existe rodovia federal, mas por passar mais veículos pesados e ser caminho mais longo, fica pouco viável para o motorista que queira fazer uma viagem menos longa e mais econômica”, diz o tenente do Batalhão de Trânsito Urbano e Rodoviário, Campos Júnior.

Ele diz que o fluxo de tráfego nas estradas que de saída para Chapada (MT-251), Santo Antônio do Leverger e Barão de Melgaço (MT-040) e Distrito da Guia (MT-010), neste feriado, deve mais intenso que o registrado no Natal (do dia 22 ao 25).

“No feriado de Natal, geralmente as pessoas ficam com a família em Cuiabá e Várzea Grande ou viajam para fora do Estado. Ainda assim, houve sete acidentes durante o feriadão, todos por ultrapassagem irregular. Neste feriado de virado do ano, o tráfego vai ser mais intenso, por isso pedimos mais atenção dos motoristas”.

A concessionária Rota do Oeste, responsável pela manutenção das rodovias federais 070, 163 e 364 divulgou na semana passada uma estimativa de aumento de 65% no tráfego por essas estradas no feriado de Natal. Quase 80 mil veículos circulariam pelas BRs.

Segundo o Batalhão de Trânsito de Cuiabá, o tráfego nas rodovias estaduais deve ficar mais intenso de sexta e sábado durante a manhã e a tarde, e na segunda-feira a partir das 16h, horário em que as pessoas começam a voltar para a capital. Para evitar pegar trânsito, confira algumas dicas.

– Não saia de casa com pressa

– Não abuse da velocidade. Sério. Não abuse da velocidade

 – O tráfego fica mais intenso das 8h ao meio-dia e das 13h às 16h: procure sair de casa no início da manhã ou depois das 16h. Mas com o alerta, para quem optar pelo segundo o horário, que o trânsito fica mais vulnerável à noite

– Segundo o Batalhão de Trânsito, no domingo (31), o tráfego deve diminuir no último dia do ano. O fluxo volta a aumentar no dia 1º a partir das 16h: o aconselhável é que se pegue a estrada de volta para casa antes das 16h

– Pode ocorrer congestionamento ao longo de algumas estradas, como na MT-251 nas proximidades da Fundação Bradesco, em Cuiabá. Na semana passada, o congestionamento chegou a 1 quilômetro de extensão

– O congestionamento se forma a partir das 17h e pode durar até às 19h

– Evite fazer ultrapassagem em locais proibidos ou com precária visão da estrada por um intervalo comprido. A maioria dos acidentes no feriado de Natal foi causada por esse tipo de manobra

– A Polícia Militar fará blitz nas rodovias estaduais 251, 040 e 010, com checagem de documentos de motoristas e veículos e com teste bafômetro

– Calcule gastos com combustível para evitar ficar parado no meio do caminho

– Revise com antecedência itens como pneus, freios, faróis, os níveis de água e óleo

– Veja se os itens de emergência no carro: triângulo, chave de roda, macaco, estepe e extintor, que deve estar dentro do prazo de validade