Assunto cada dia mais presente em Alta Floresta, a organização criminosa denominada Comando Vermelho (CV), já vem buscando espaço no município há cerca de três anos. Atualmente vem sendo monitorada pelas forças de segurança, que garantem estarem ciente da movimentação.

A primeira identificação do CV no município remonta ao segundo semestre de 2015, quando um jovem foi detido e em seu aparelho celular identificado o que seria o estatuto da organização para uma ramificação no município. Desde então as polícias, Militar e Judiciária Civil, de Alta Floresta vêm acompanhando a movimentação que gera a preocupação e a sensação de insegurança na população.

No início de novembro de 2016, muros de seis escolas amanheceram pinchados com a sigla CVRL (Comando Vermelho Rogério Lemgruber), acompanhada da sigla MT (Mato Grosso), remete a ramificação da mais antiga facção criminosa do país instalada no Estado. A sigla CVRL MT, foi pinchada nos muros de quatro escolas em Alta Floresta, três da rede municipal de ensino e uma da rede estadual, ambas localizadas na região do Cidade Alta. Foram alvos deste ato de vandalismo, as escolas dos bairros Boa Esperança, Jardim Guaraná, Jardim das Flores e Bom Pastor. Outras escolas, no Centro e no bairro Boa Nova I, também receberam a pichação.

No dia 01 de dezembro, a Força Tática da Polícia Militar do IX Comando Regional de Polícia Militar, recapturou um dos fugitivos da Penitenciária Major Elder Sá, mais conhecida como Mata Grande, em Rondonópolis. A fuga ocorreu no dia 10 de novembro, Diomar Gonçalo de Campos Sousa, vulgo “Bomba” de 24 anos, foi preso em um ônibus que tinha como destino o município de Alta Floresta.

Um homem de 41 anos e um adolescente de 17 anos, pai e filho, foram detidos, suspeitos de envolvimento com a vinda de Diomar para o município. Em entrevista o Cabo PM Oliveira informou que o foragido tem envolvimento com o Comando Vermelho. “É um dos integrantes de uma facção criminosa conhecida no país, de alta periculosidade. Em entrevista ele falou que foi convidado pelo outro cidadão ali para estar deslocando até a cidade de Alta Floresta para efetuar crimes, ele informou que cidadão aqui detido estaria dando todo apoio que ele precisasse aqui para cometer crimes”.

“O Comando Vermelho vem se instalando no interior do Brasil, no país inteiro, em algumas cidades eles estão mais organizados, e em outras menos organizados, mas o fato é que eles existem. Nós não queríamos divulgar isso até porque isso fazia parte de uma investigação da própria Polícia Civil, um trabalho que pudemos até colaborar com algumas informações para a Polícia Civil”, apontou o comandante do IX CR, Tenente Coronel Luiz destacando que, “O fato é que eles existem, mas a gente tem todos eles identificados, estão sendo monitorados e com certeza qualquer alteração que haja aqui no município ou na nossa região, a gente vai estar acompanhando e pronto para dar uma resposta”.