Atacante tem ruptura no ligamento cruzado e vai passar por cirurgia. Clube se coloca à disposição para tratamento, mas não concluirá empréstimo do jogador, que pertence ao Brugge (BEL).

Leandro Pereira não será jogador da Chapecoense em 2017. O atacante, que assinaria contrato de empréstimo até meado do ano que vem, teve ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho detectada em exames médicos realizados em Chapecó, quarta-feira. O atacante, que pertence ao Brugge, da Bélgica, terá que passar por cirurgia e ficará cerca de seis meses longe dos gramados.

Diante da necessidade imediata de contar com o jogador, a Chapecoense já decidiu que não avançará para conclusão do negócio. Por conta da boa relação, o clube colocou suas instalações à disposição para o processo de recuperação, mas se cerca dos cuidados jurídicos necessários para evitar problemas futuros. Há expectativa de que as conversas retomem ao término do tratamento.

Leandro Pereira chegou a Chapecó acusando dores no joelho que seriam causadas por um problema de cartilagem. O inchaço no local, entretanto, chamou a atenção do departamento médico do Verdão, que detectou a ruptura do ligamento cruzado anterior. O problema pegou o próprio jogador de surpresa e o deixou abalado. O Sport Recife, seu clube anterior, garantiu também não ter conhecimento do problema.